• Home
  • Blog
  • O que são Incoterms? Tire suas dúvidas sobre o assunto!

O que são Incoterms? Tire suas dúvidas sobre o assunto!

O que são Incoterms? Tire suas dúvidas sobre o assunto!

Diante de um cenário cada vez mais competitivo, tecnológico e globalizado, todo gestor deve ficar atento a oportunidades locais e internacionais de negócio. Uma das possibilidades é importar matéria-prima ou equipamentos que não temos aqui. 

Além disso, em momentos de crise e desvalorização da moeda, exportar pode ser uma excelente alternativa. Se você deseja aproveitar essa oportunidade, precisa saber o que são Incoterms.

Embora não seja um termo muito conhecido, sua função é imprescindível para a realização do comércio exterior. Quer conhecer mais sobre o tema? Então leia este artigo até o final e descubra o que são Incoterms, como são representados e suas principais categorias. Confira!

O que são Incoterms?

International Commercial Terms (Incoterms) são padrões internacionais criados pela Câmara de Comércio Internacional (CCI), em 1936. São utilizados em contratos de compra e venda no setor de transporte e logística para processos de importação e exportação. Entre os fatores que as normas tratam, estão:

  • informar quem é o responsável pelo frete;
  • qual o ponto de coleta da mercadoria;
  • a cargo de quem ficará o seguro.

Existe algum órgão que regula ou fiscaliza?

A CCI é uma associação que trabalha para estudar e desenvolver padrões que são aplicados no comércio internacional. Sediada em Paris, foi fundada em 1919, é uma instituição privada e constituída por empresas de mais de 120 países. Além disso, tem grande influência em órgãos públicos, como a ONU.

Como são representados os Incoterms?

A maior parte é representada por siglas, formadas em sua maioria por três letras. A simplicidade na representação é intencional, pois facilita a compreensão no mercado internacional. O início de cada sigla corresponde à sua categoria.

Quantos Incoterms existem e quais suas categorias?

Depois da última atualização, ocorrida em 2010, temos agora 11 Incoterms divididos nas categorias E, F, C e D. São eles:

Categoria E (ex)

Representa a partida ou a obrigação do importador. O Incoterm dessa categoria é apresentados pelas letras EXW. Quando essa sigla aparece, significa que o importador se responsabiliza por buscar a mercadoria no endereço do fabricante e assume todos os custos e riscos.

Categoria F (free)

Representada pelos Incoterms FAS, FOB ou FCA. Nessa categoria o exportador não é responsável pelo frete principal e seguro internacional, ficando sob responsabilidade do importador a contratação e o pagamento desses serviços.

Categoria C (carriage)

Nesse caso, significa que o transporte foi pago pelo exportador. Os Incoterms são representados pelas siglas CFR, CIF, CPT e CIP. O exportador contrata e paga pelo frete internacional, mas é o importador que assume e responsabilidade dos riscos e danos durante o transporte internacional.

Categoria D (delivery)

Como o próprio nome sugere, essa é a categoria da chegada. Os Incoterms são DAP, DAT e DDP. É quando o exportador assume todos os riscos até a entrega da mercadoria.

Os Incoterms são contratos?

Não, mas as suas normas podem ser inseridas nos contratos como cláusulas. Em vez de detalhar cada item, é necessário apenas citar o código que trata da questão abordada. Vale ressaltar também que embora alguns Incoterms tenham sido cancelados, eles podem ser utilizados se todos os envolvidos na negociação acharem necessário.

Agora você já sabe o que são Incoterms, as suas principais categorias e características. Além disso, viu que são padrões essenciais para fazer exportações e importações, pois trazem clareza aos custos e responsabilidades no procedimento.

Gostou da postagem? Compartilhe-a em suas redes sociais e espalhe conhecimento entre seus amigos!

Avenida Princesa Isabel, 574, bloco A, sala 208
Centro, Vitória, Espírito Santo, Brasil, CEP.: 29010-360

+55 (27) 3233-0023
+55 (27) 9 9978-7208
portual@portual.com.br