• Home
  • Blog
  • Saiba o que é e como funciona o seguro na importação!

Saiba o que é e como funciona o seguro na importação!

Saiba o que é e como funciona o seguro na importação!

Quem deseja expandir os negócios e apostar na importação já deve imaginar que a carga percorrerá um longo caminho até chegar ao seu destino final. Com isso, contratar o seguro na importação é fundamental para proteger as mercadorias de possíveis surpresas, evitando prejuízos.

O seguro de transporte confere maior estabilidade aos negócios que necessitam do deslocamento internacional das cargas. Se a sua empresa também possui essa preocupação, podemos te ajudar a encontrar as melhores soluções com este artigo.

Quer saber mais sobre o seguro na importação? Então continue a leitura!

O que é seguro na importação?

Esse seguro garante cobertura a eventuais incidentes, como extravios, perdas e avarias no decorrer do deslocamento da carga.

A contratação de um seguro de transporte internacional precisa ser realizada conforme os riscos que o deslocamento oferece. Além disso, devem ser consideradas as condições de negociação das mercadorias.

Também é necessário prestar atenção à modalidade de transporte, ou seja, se será marítima, aérea ou terrestre. Os seguros de transporte de cargas podem ser contratados tanto pelos importadores quanto pelos exportadores, sendo que essa questão é decidida durante a negociação dos produtos.

Quais são os tipos de coberturas dos seguros internacionais para cargas?

Resumidamente, as coberturas básicas ofertadas pelos seguros internacionais de cargas são:

  • Cobertura Básica Ampla A: assegura mercadorias contra prejuízos provenientes de acidentes com o veículo de transporte e também das causas externas, como extravios, roubos, avarias, entre outros;
  • Cobertura Básica Restrita B e C: assegura mercadorias contra prejuízos causados por danos ou perdas advindas de acidentes com o veículo transportador (navio, caminhão, avião etc).

É de fundamental relevância fazer a leitura da apólice de seguro com atenção especial para o item cobertura, pois os termos e riscos que estão relacionados abaixo do campo “exclusivamente” regem quais os riscos estão excluídos do seguro e quais as limitações da seguradora.

Quais são as terminologias comuns encontradas nos seguros?

Listamos, a seguir, algumas terminologias encontradas em um seguro na importação e exportação de cargas para ajudar você a entender melhor o contrato de seguro. Acompanhe:

Apólice

É o contrato em que o segurado repassa à seguradora a responsabilidade sobre os riscos da carga que que ela irá cobrir.

Apólice Aberta

Contrato de seguro usado por empresas que possuem grande volume de processos de importação e exportação e, por isso, precisam fazer um documento com cobertura para todos os seus processos, durante um determinado período de tempo.

Esse contrato é baseado na Provisão de Embarques. Isso quer dizer que o contrato se baseia no valor que o importador/exportador deseja contratar em um período definido.

Para isso, é necessário negociar com a corretora de seguros um contrato que atenda às necessidades da sua empresa, no que se refere às taxas e as coberturas adequadas ao que você precisa e espera.

Prêmio

Resumidamente, o prêmio é o valor pago pelo contratante do seguro. Ele é efetivado com a emissão da apólice por parte da seguradora.

Avaria

É identificada geralmente pelo transportador ou em um recinto alfandegado. Caracteriza a suspeita de um dano causado em uma mercadoria.

Averbação definitiva

É o contrato definitivo com a confirmação dos dados transmitidos para a corretora de seguros, ou seguradora, com informações reais da mercadoria transportada.

Com esses dados, a corretora realiza os ajustes necessários e pode cobrar um valor adicional, se identificar divergências de informações repassadas no momento da averbação provisória. Após o pagamento dos valores devidos, é enviado ao importador o Certificado de Seguro.

Averbação provisória

É o seguro de transporte da carga baseado em dados levantados pelo importador/exportador. Se a Averbação Provisória tiver sido emitida, significa que a carga já está assegurada, no entanto, será preciso a confirmação de vários dados quando ela chegar  no país de destino. O acordo entre a empresa e a seguradora pode determinar que o pagamento da taxa seja efetuado antes do embarque da mercadoria.

Sinistro

Ocorre quando é constatada uma avaria, ou seja, que um incidente do processo de transporte causou um prejuízo material ao segurado, seja pelo dano ou falta, parcial ou total, do produto.

Quais são os seguros obrigatórios para transporte internacional?

É importante saber diferenciar os seguros internacionais de cargas (mercadorias) e os seguros obrigatórios que os proprietários dos meios de transporte devem contratar, pois essa cobertura atende apenas o navio, avião ou caminhão e não a carga em si.

Veja os dois tipos de seguros que são obrigatórios para as transportadoras:

RCTR-VI

O Seguro Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional (RCTR-VI) assegura os danos causados à carga transportada. Essa proteção é para que o proprietário do meio transportador esteja segurado nos casos em que ele deva pagar por um dano, caso seja condenado judicialmente, não havendo implicações ao importador ou exportador.

Esse seguro cobre indenizações para perdas ou danos ocasionados por tombamentos, colisões, capotagens, explosões do veículo, entre outros, sofridos pelos produtos de propriedade de terceiros, que são transportados desde a origem até o destino final.

RCTA-C

Responsabilidade Civil do Transportador Aéreo de Cargas (RCTA-C). A cobertura desse seguro é referente a acidentes aéreos que venham a danificar a carga. Assegura ao transportador aéreo o reembolso de indenizações que ele for obrigado a pagar por perdas e danos sofridos pelas cargas de propriedade de terceiros durante o transporte.

RCA-C

Responsabilidade Civil do Armador — Cargas (RCA-C) é o seguro obrigatório para transportadores que atuam por meios aquáticos e garante o reembolso de indenizações que o responsável tenha sido intimado a pagar por prejuízos decorrentes de danos às mercadorias que estão sob seu cuidado.

RCF-DC

Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário por Desaparecimento de Carga (RCF-DC). Assegura contra riscos de roubo de cargas transportadas e engloba desaparecimento do produto quando o veículo é levado por assaltantes, assim como roubo por ameaça de violência.

Como contratar o seguro internacional de carga?

A contratação de um seguro de transporte internacional de carga segue o International Commercial Terms (Incoterms), que garante os direitos e deveres de importadores e exportadores.

De forma resumida, esse termo rege quais são os envolvidos com o transporte de cargas para o exterior, quem é responsável pelo pagamento e como o produto será entregue ao seu destino.

O contrato com a seguradora deve ser feito levando em conta os riscos que a viagem oferece, além do acordo com as condições de compra e/ou venda envolvidas na negociação. Ficar atento à modalidade de transporte da carga também é relevante.

Muitas vezes, a empresa importadora/exportadora contratada já possui uma parceria com a seguradora, o que facilita a contratação do seguro e proporciona um processo de logística internacional com soluções pensadas especialmente para as necessidades do seu negócio.

Se você gostou deste artigo sobre o que é e como funciona o seguro na importação, confira também como calcular impostos na importação.

Avenida Princesa Isabel, 574, bloco A, sala 208
Centro, Vitória, Espírito Santo, Brasil, CEP.: 29010-360

+55 (27) 3233-0023
+55 (27) 9 9978-7208
portual@portual.com.br